• Google+ Clean
  • Twitter Clean
  • facebook
Central de Operações: CNPJ - 20.751.835/0001-90  // Ministério do Turismo: 26.067581.10.0001-8
Avenida Paulista, 1765, 7º andar conj. 72 CEP 01311-200 - São Paulo - SP
+55 (11) 5105-8279 |  +55 (11) 3280-8780

Economize no Exterior

 

 

A A.R Intercâmbio e Turismo elaborou 17 dicas para economizar seu dinheiro enquanto estuda no exterior!
Anote aí as dicas:
 
1. Nos primeiros dias de intercâmbio, anote seus gastos com itens básicos de alimentação durante uma semana. Assim terá uma ideia do limite de dinheiro nas próximas idas ao supermercado.
 
2. Evite comer fora com muita frequência e procure as promoções do dia em restaurantes para que a conta fique mais econômica. Se o esquema for “pague um e ganhe dois”, chame um conhecido para dividir o lanche e os gastos com você.
 
3. Preparar uma macarronada em casa pode sair barato, além de ser extremamente fácil de fazer mesmo para quem não tem familiaridade em mexer com as panelas. Há molhos prontos e a vantagem é que rende várias porções.
 
4. Pense duas vezes se vale a pena pagar por uma xícara de café com grife. Apesar do gasto inicial, considere comprar uma cafeteira para sua casa. No final, sai mais barato pagar por pó de café do que por uma bebida pronta de marca famosa com preço.
 
5. Carregue uma garrafa de água para reabastecê-la em qualquer bebedouro que encontrar pela frente. Fica mais em conta que comprar água cada vez que sentir sede, sem mencionar que é mais ecológico.
 
6. Leve a carteira internacional de estudante em suas viagens – em inglês, ISIC-International Student Identity Card. Ela pode garantir descontos em programas culturais, estadias em albergues ou tarifas mais econômicas em hotéis.
 
7. Lembre-se que bares e restaurantes oferecem a happy hour. Fique de olho nos dias de promoção para comer e beber de forma mais econômica e confraternizar com seus colegas ao mesmo tempo.
 
8. Tente fixar uma quantia de gasto ideal para seu bolso cada vez que for se divertir e se manter fiel a ela, recorrendo ao cartão de crédito internacional somente para emergências.
 
9. No bar, pedir bebidas alcoólicas de marcas famosas ou importadas tem um preço. Geralmente elas custam mais caro que outras versões locais. Considere experimentar novos sabores.
 
10. Pese o custo de vida da localidade onde pretende fazer intercâmbio antes de fechar um pacote de viagem. Em cidades grandes, os preços são mais elevados. A regra vale para estadia, alimentação e transporte.
 
11. Antes de sair à noite, informe-se sobre o horário dos trens e do metrô. Fique de olho no relógio para que tenha tempo suficiente para pegar a última viagem. Assim pode economizar seu dinheiro sem chamar um táxi .
 
12. Deixe a preguiça de lado e comece a andar sempre que a oportunidade permitir. Além de economizar alguns trocados, aproveita-se o tempo para fazer turismo e conhecer a vizinhança e os serviços locais. Comprar uma bicicleta usada também é uma opção.
 
13. Faça amizade com nativos. Você pode melhorar a fluência em um idioma estrangeiro e ainda obter dicas de restaurantes que servem boa comida a preços camaradas, opções de passeio mais em conta ou até mesmo uma carona para o supermercado mais próximo.
 
14. Faça poucos saques bancários em quantias suficientes para passar vários dais. Assim você evita pagar as taxas cobradas pelos bancos em caixas eletrônicos. Mas faça isso somente se tiver um lugar seguro para guardar seu dinheir.
 
15. Acumule roupas sujas suficientes para lotar uma máquina de lavar e use a quantidade de sabão em pó ou em líquido (mais cara) indicada pela fabricante para não desperdiçar o produto. Opte também pelo ciclo de lavagem mais curto e com água fria.
 
16. Em viagens curtas, considere se vale a pena pagar passagens aéreas em companhias menos conhecidas, apesar do serviço de bordo ser mais precário. Evite os períodos com movimento intenso de turistas, como as sextas, os sábados e os domingos.
 
17. Abuse da tecnologia e da internet para ter e dar notícias de seus amigos e familiares que ficaram no Brasil. Antes de embarcar, garanta que todos eles tenham seu Skype e endereço de e-mail. Cheque se há bibliotecas públicas próximas para usar o computador.