• Google+ Clean
  • Twitter Clean
  • facebook
Central de Operações: CNPJ - 20.751.835/0001-90  // Ministério do Turismo: 26.067581.10.0001-8
Avenida Paulista, 1765, 7º andar conj. 72 CEP 01311-200 - São Paulo - SP
+55 (11) 5105-8279 |  +55 (11) 3280-8780

REVALIDAÇÃO DO DIPLOMA

Todo curso feito no exterior, em qualquer país que não seja o Brasil, para exercer a profissão no Brasil deve pedir a revalidação do diploma. Este processo deve ser feito independente da quantidade de horas, do curso realizado e da universidade.
A A.R. Intercâmbio e Turismo explica em cada detalhe como você pode obter sua revalidação do diploma no Brasil de sua graduação feita no exterior.
Confira abaixo o passo a passo de todo o processo!

LEGALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS

TRADUÇÃO

JURAMENTADA

REQUERIMENTO

DE REVALIDAÇÃO

ESCOLHA

O PROCESSO

 

PASSO A PASSO REVALIDAÇÃO DO DIPLOMA

LEGALIZAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO   

 

O processo de revalidação  inicia-se com a legalização dos documentos obtidos na universidade no Ministério da Educação ainda na Argentina, confira quais documentos:

 

Diploma;

Histórico e

Programas de disciplinas.  

VERIFICAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

Verificar quais documentos necessitaram de tradução juramentada, isto é verificado junto a instituição brasileira (Universidade Pública) escolhida para a revalidação do diploma.

A universidade que irá revalidar seu diploma é escolhida por você, para saber mais sobre quais universidades fazem a revalidação e como é o processo em cada uma delas, clique no link abaixo:

REQUERIMENTO DE REVALIDAÇÃO

Entrar com o requerimento de revalidação na universidade escolhida para revalidação, sugere-se consulta à lista de instituições na página da Secretária de Educação Superior : http://portal.mec.gov.br/sesu/.

                 

ESCOLHER O PROCESSO DE REVALIDAÇÃO

Escolha do Processo, para Medicina - Revalidação Tradicional- Exame Revalida - Programa Mais Médicos, os demais cursos a revalidação é automática o estudante escolhe a universidade pública entra com um processo de registro que demora de 90 a 180 dias, após isso o diploma terá total validade no Brasil e o profissional poderá trabalhar livremente, se inscrever em órgãos de classe, como CREA, COREN, etc... Para o curso de Direito a regra é a mesma que para os formados no Brasil, ou seja, a OAB somente irá expedir o registro após aprovação em exame de ordem.

1

2

3

4

QUAIS SÃO AS MANEIRAS DE REVALIDAR O DIPLOMA?

Após preparar toda a documentação o próximo passo é escolher um dos processos para a revalidação do seu diploma, no caso de Medicina.

 

São 4 maneiras de Revalidar o seu diploma no Brasil:

#1

MÉTODO TRADICIONAL

#2

EXAME REVALIDA

DO MEC

#3

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

#4

TRANSFERÊNCIA PARA UNIVERSIDADE BRASILEIRA

 
 
 
 

REVALIDAÇÃO TRADICIONAL

As universidades públicas no Brasil são responsáveis pela revalidação de diplomas de graduação e pós-graduação feitos no exterior.

 

Todo ano as universidades públicas lançam editais e processos próprios de revalidação. Assim, cada uma possui seus próprios requisitos para a revalidação.

 

A inscrição é feita em datas específicas em cada universidade, é necessário pagar uma taxa para se inscrever no processo que se inicia com uma avaliação curricular. Em seguida, há uma prova com questões objetivas e discursivas, podendo haver também uma etapa com prova prática.

Algumas universidades oferecem cursos de complementação para as pessoas que foram reprovadas, oferecendo uma nova chance de revalidarem o diploma. Todo o processo costuma demorar cerca de 6 meses.

EXAME REVALIDA MEC

Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras - Revalidada

 

Muitas universidades federais já aderiram ao exame revalida como forma de revalidação dos diplomas médicos obtidos no exterior  


 

O Exame Revalida compreende duas etapas de avaliação:

• 1ª Etapa: Avaliação escrita, com a aplicação de duas provas: uma prova objetiva, composta por questões de múltipla escolha, e a outra discursiva, composta por questões discursivas.

• 2ª Etapa: Avaliação de habilidades clínicas, estruturada em um conjunto de dez estações, nas quais durante um intervalo de tempo determinado os examinadores deverão realizar tarefas específicas.

 

Requisitos para participação no Exame Revalida:

• Ser brasileiro(a) ou estrangeiro em situação legal no Brasil.

• Possuir Cadastro de Pessoas Físicas - CPF, emitido pela Receita Federal do Brasil.

• Ser portador de diploma médico expedido por instituição de educação superior estrangeira, reconhecida no país de origem pelo seu Ministério da Educação ou órgão equivalente, autenticado pela autoridade consular brasileira e acompanhado de tradução pública juramentada para o idioma português.

 

Uma vez aprovada as duas etapas de avaliação, o profissional participante deverá entregar os documentos requeridos na universidade para qual se inscreveu para revalidar o seu diploma.

Mais informações: www.revalidainep.gov.br

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Mais Médicos é um programa do Governo Federal, com apoio de estados e municípios, para a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

O programa apresenta uma ordem de prioridade, definida em sua Lei, na qual as vagas solicitadas pelos municípios e autorizadas pelo Ministério da Saúde devem ser, primeiramente, oferecidas aos médicos com registro no país, ou seja, maioria médicos brasileiros formados no Brasil, mas também estrangeiros formados no Brasil e brasileiros ou estrangeiros formados fora do Brasil que revalidaram seus diplomas.

 

Se restarem vagas depois da escolha desse primeiro grupo, elas serão oferecidas a um segundo grupo, composto por médicos brasileiros formados no exterior.

 

Havendo ainda vagas, são oferecidas a um terceiro grupo constituído de médicos estrangeiros formados no exterior.

Os médicos atuam no programa por três anos, recebendo bolsa-formação federal no valor de R$10 mil ao mês. Além disso, todos os profissionais contam com direito a moradia e alimentação custeadas pelas prefeituras.

 

Os profissionais realizam curso de especialização em Saúde da Família e são supervisionados e orientados por instituições de ensino.

 

 

Reportagem Mais Médicos vindos da Argentina

http://oglobo.globo.com/brasil/medicos-vindos-da-argentina-chegam-para-ficar-mais-perto-da-familia-9680867

TRANSFERÊNCIA PARA UNIVERSIDADE BRASILEIRA

Há a possibilidade de realizar a transferência externa durante a graduação de Medicina na Argentina para o Brasil.

 

A transferência poderá ser solicitada em algumas Universidades brasileiras a partir da aprovação das matérias correspondentes ao primeiro ano do curso de Medicina, no caso da universidade de Buenos Aires a partir do segundo ano de curso.

A transferência entre instituições de Ensino Superior deve ser solicitada diretamente com a Instituição na qual o estudante deseja realizar a transferência do curso. Nesse caso, está condicionada à existência de vagas e a aprovação prévia do processo seletivo correspondente.

 

Todo ano as universidades abrem editais de convocação para a realização de prova de transferência externa caso haja vagas.

 

Algumas universidades que oferecem transferência externa para Medicina.   

Funorte

Unicesumar

Unochapeco

Faciplac

Suprema

Univali

Unisul

Cops.uel

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

A.R Intercâmbio & Turismo 

Avenida Paulista, 1765 7º andar Conj. 72

São Paulo - Capital

Segunda a Quinta das 10h as 17hrs | Tel: +55 5105-8279 // (11) +55 (11) 3280-8780

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon